O Santo

  • Em SOBRE
  • 4609 Visualizações
Imagem de São Benedito. .
Imagem de São Benedito. Foto tirada da internet.

São Benedito, chamado de Santo Preto, nasceu na aldeia de São Fratelo, Itália, em 1524 ou 1526 para alguns. Seus pais Diana e Cristovão, escravos, graças a sua imensa bondade, tiveram permissão para que tivessem filhos livres. Tiveram 4: Benedito, Marcos, Baldassa e Fradella.

Benedito, desde a infância começou a temer a Deus e guardar seus mandamentos, mortificando seu corpo e reduzindo-o ao serviço do espírito. Nos joelhos da mãe aprendeu a rezar e as primeiras noções de catecismo. Cresceu ouvindo os pais falarem de Deus, da Eucaristia, e de Maria.

Sentindo-se totalmente ligado ao serviço de Deus, ainda bem jovem, vendeu o que tinha, distribuiu aos apurados pobres e retirou-se para uma vida solitária.

Tendo o Papa Pio IV ordenado que todos os religiosos eremitas da Ordem de São Francisco se recolhessem a uma Ordem Religiosa aprovada. Movido por uma inspiração, foi a Palermo, onde se recolheu ao Convento de Santa Maria de Jesus.

Humilde irmão leigo, sempre estava ocupado em todos os serviços do convento, e sempre com ânimo alegre. Frequentemente elevado na contemplação das coisas divinas, mereceu de Deus ser favorecido com dons especiais e graças divinas.

Embora irmão leigo, iletrado, foi eleito superior do Convento, e dava lições sobre as Sagradas Escrituras, deixando a todos maravilhados. Tornou-se também conselheiro de mestres, cardeais, vice-reis, religiosos e leigos, ricos e pobres.

A fama de santidade de São Benedito – o frei cozinheiro – é confirmada e espalhada pelo mundo todo. Antes mesmo de sua canonização já era grande e fervorosa a devoção por ele no Brasil.

Aos 63 anos adoece mortalmente, fortalecido com os sacramentos, e depois de ter predito a hora de sua morte, entregou sua alma ao criador no dia 4 de abril de 1589.

O Papa PIO VII, depois da comprovação de muitos milagres, num processo que durou mais de duzentos anos, inscreveu-o entre solenes festejos no Catálogo dos santos em 25 de maio de 1807. O povo, porém, antecipou-se e, muito antes, prestou-lhe as honraria de santidade.

-Texto tirado do Livro São Benedito, Dores e Glórias, da Prof. Zilda Augusta Ribeiro, Adaptado por Maria Rita Campos Coelho Sampaio – Comissão de Liturgia.

Oração de São Benedito

Ó meu glorioso protetor São Benedito/que agora no céu/ estais gozando o prêmio de vosso amor verdadeiro a Deus/ e de fidelidade constante à Santa Igreja Católica/ abençoai todas as famílias de nossa paróquia/ e todos os vossos devotos./ Queremos seguir os caminhos do Evangelho,/ do bem,/ da verdade e da justiça./ Queremos conhecer/ amar/ respeitar e servir nossa Igreja./ Ajudai-nos./ Livrai-nos da maldade/ e de tudo o que pode nos separar de Deus/ do próximo/ e da salvação eterna./ Amém!

Hino a São Benedito

Glorioso, São Benedito,
de Jesus imitador,
dai-nos vossa santa bênção,
rogai por nós, ao Senhor. (bis)

Grande Santo, oh, sim querido,
grande amigo do Senhor.
Escutai nossos pedidos,
sede nosso protetor.
Irmãos vossos nos fizemos,
singular consolação.
Vossos passos seguiremos,
com devoto coração.

Atendei as nossas causas,
libertai da tentação,
protegei as nossas vidas,
alcançai-nos salvação.

Ladainha de São Benedito.

Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Jesus Cristo, ouvi-nos.
Jesus Cristo, atendei-nos.
Deus Pai do céu, tende piedade de nós.
Deus Filho, redentor do mundo,
Deus Espirito Santo,
Santíssima Trindade, que sois um só Deus.
Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós.
São José, rogai por nós.
São Francisco de Assis,
São Benedito,
São Benedito, modelo de filho de Deus,
São Benedito, instrumento da graça divina,
São Benedito, fidelidade à fé cristã,
São Benedito, anunciador do Evangelho,
São Benedito, orientador das vocações,
São Benedito, guia seguro das consciências,
São Benedito, abismo de oração,
São Benedito, sacrário das virtudes,
São Benedito, seguidor fiel de São Francisco,
São Benedito, modelo de pobreza, obediência e castidade,
São Benedito, flor do povo africano,
São Benedito, libertador da escravidão,
São Benedito, luz para o povo africano,
São Benedito, luzeiro dos pobres do mundo,
São Benedito, alegria do povo de Deus,
São Benedito, lírio de pureza,
São Benedito, exemplo de entrega a Jesus,
São Benedito, modelo de perdão das ofensas,
São Benedito, paciente nas tribulações,
São Benedito, prudente nas palavras e ações,
São Benedito, humildade sem limites,
São Benedito, obediente até o heroísmo,
São Benedito, amigo dos pecadores,
São Benedito, conforto dos pobres e famintos,
São Benedito, irmão dos doentes e aflitos,
São Benedito, intercessor dos necessitados,
São Benedito, socorro das gestantes,
São Benedito, segurança dos viajantes,
São Benedito, advogado dos oprimidos,
São Benedito, consolador dos prisioneiros,
São Benedito, conselheiro dos doutores,
São Benedito, defensor da justiça verdadeira,
São Benedito, segurança na dúvida,
São Benedito, mestre nas Escrituras,
São Benedito, adorador do Santíssimo Sacra­mento,
São Benedito, devoto da Virgem Maria,
São Benedito, filho amado de Deus.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós.
Rogai por nós, ó São Benedito, para que seja­mos dignos das promessas de Cristo.

OREMOS: Deus eterno e todo-poderoso, princípio e fim de todas as coisas, fonte da vida e da santidade, que nos dais a alegria de venerarmos vosso filho São Benedito e de poder imitar suas virtudes, concedei-nos a graça de amar o que ele amava, viver o que ele viveu e com ele poder chegar à Pátria eterna. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.

  • Sobre O Santo
  • Sobre O Santo
  • Sobre O Santo
  • Sobre O Santo
  • Sobre O Santo

Deixe um Comentário