5º DIA DA NOVENA 2018

  • Em A FESTA
  • 06 Abr 2018
  • 06 Abr 2018
  • 4906 Visualizações
Dinho Azeredo .
Dinho Azeredo Bruna Sampaio

No 5º dia da Oitava, as origens do Santo Mouro foram recordadas por meio das roupas coloridas, da música e da dança. A celebração teve a participação do grupo Afro-Brasileiro Namíbia e a celebração foi presidida pelo Pe. José Roberto Luciano, C.Ss.R. e concelebraram Pe. José Antônio Dal Bó Giovanetti C.Ss.R., ex-pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida e São Benedito, Pe. Sebastião Fernandes Daniel, C.Ss.R, atual pároco da Paróquia, Pe. Moíses, da Pastoral Afro, Pe. Aloísio Mota, C.Ss.R.

Logo no início da homilia, o padre fez referência a Martin Luther King Jr., ícone da luta dos negros nos Estados Unidos, falecido há 50 anos. Sobre o tema da noite “Ser cristão leigo e leiga e ler os sinais dos tempos”, o padre citou os ambientes próprios dos leigos: a família, a política, o trabalho; disse também que pelo Batismo somos convidados a ser cristãos autênticos.

Ao final da celebração, foram realizadas homenagens aos familiares dos Reis, Iraci e Júnior, que também receberam um abraço da Pastoral Familiar.

VIVA A SÃO BENEDITO!

  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia
  • Notícia

Deixe um Comentário